15 de Maio de 2015
Ah, esses filmes são bons pra sonhar. 
Pra acreditar no amor que tudo enfrenta, pra pensar em beijo na chuva, em abraço apertado, em pra sempre. 

Filmes de romance me fazem imaginar que um dia eu vou ter um príncipe de verdade. Alguém que queira crescer junto, que me faça mais feliz que chocolate, que cante desafinado ao meu lado sem se importar, que me leve pra descobrir novos lugares, que me ensine e também aprenda. 

Que diga “eu te amo” com ações: ao me acordar depois de uma noite abraçadinhos e dizer, mesmo que eu esteja assanhada e com remela no olho, o quanto eu sou linda, que abra a porta do carro, que me dê flores sem motivos, que me ajude a cozinhar e faça disso um dos motivos da nossa diversão, que não seja machista e que tenha paciência quando a minha imaturidade falar mais alto. 

Sim, talvez seja difícil encontrar. 
Talvez eu precise aprender a esperar e certamente valerá a pena, pois já beijei muito sapo e não, eles nunca viraram príncipe…
compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

acompanhe no instagram