25 de Dezembro de 2018

Falar de tabus é bem complicado, principalmente porque na maioria das vezes dizemos que respeitamos o outro, quando na verdade queremos que o outro seja aquilo que esperamos dele.
Isso é nocivo e dói.
Se a pessoa não vê problema em fazer sexo no primeiro encontro e você vê, são duas visões diferentes. Ela vai fazer sexo no primeiro encontro e você não. E está tudo bem e cada um segue sua vida. ( Essa visão problemática acontece bem mais com as mulheres. Se o homem fizer sexo no primeiro encontro ele é o cara. 😶) O conceito de certo ou errado, intimamente falando, depende das suas crenças, do que você acredita, do que você quer ou pretente ser.

A pergunta da arte foi colocada assim para chamar atenção a que tipo de pessoas intolerantes estamos nos tornando. Agredir pessoas por elas serem quem são e achar isso normal porque é em nome “da moral, dos bons costumes e de Deus”, não é saudável. (Deus, tadinho, deve ficar passado com tudo isso.)
Atitudes como essa não ficam na sua “censura”, ultrapassam isso, e o pior, tiram ou tentam retirar a liberdade do outro de ser quem ele é.

Sejamos amor, por favor. O mundo precisa de mais humanidade, humildade e sabedoria. “Entre ter razão e ser feliz escolha ser feliz” – uma frase bem comum que pode ser reescrita. Entre ter razão e querer impor sua verdade a qualquer custo, silencie. Se o outro não faz mal a ninguém qual direito tem você de querer puni-lo? 
Reflita! .

compartilhe

leia também

a felicidade deve ser merecida
Amigos
Coração

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

acompanhe no instagram