28 de Novembro de 2019

Posso lhe dar um conselho? Viaje. Sonhe e realize. Aprecie a vista da janela, mas abra a porta para vivê-la. Ouse. Cometa o que as pessoas consideram loucura. Abandone a sua rotina. Comece de novo em outro lugar. Se quiser volte. Se não quiser mude. Troque. Se não quiser permaneça, mas cresça. Reinvente. Fique confortável em se readaptar. Tudo muda o tempo todo querendo você ou não. Saia. Saia de si. Deixe o egoísmo de lado. Peça desculpas. Tente novamente. Insista. Desista. Prenda o ar. Respire. Chore. Grite. Cante sua música favorita. Cante as músicas favoritas dos outros. Descubra novos prazeres. Recicle velhos hábitos. Expanda a sua mente. Aproveite o aqui e o agora. Pense nas consequências e arque com elas, sejam boas ou ruins. Tenha coragem de assumir quem você é (e na maioria das vezes todos somos a mesma coisa): perfeito na sua imperfeição, confuso, incoerente, hipócrita, julgador, amoroso, romântico, empático, caos. É… Faça viagens externas e internas. Por você, pelo bem comum, por um bem maior. Se as nuvens fossem de algodão e você pudesse comê-las talvez o céu não fosse tão bonito. Por isso tudo o que é tem uma razão de ser. O mais importante não é descobrir o porque é amar e se perguntar o para quê. Para que eu preciso disso, faço isso, me envolvo assim… Quando se entende as perguntas se começa a tornar a vida mais fácil, afinal o que faz mover é o sentido e a busca por algo e não o resultado final. Já que depois que ele é alcançado se começa a procurar outro algo 😘

compartilhe

leia também

Não exija do outro aquilo que ele não tem pra dar
Mas ele se apaixonou
08 de março – Dia internacional da mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

acompanhe no instagram